Para ti ( Capitulo I )


Como começar um bom livro de romance se não for  a falar de Amor( sim não me enganei, Amor com letra maiúscula).
Normalmente o escritor começa a escrever um livro dedicado a alguém . Porque teimam em vender livros se eles só têm uma direção possível , o coração daquela pessoa.
Quando fecho os olhos entras-me na memoria.
Não me entras na memoria só de olhos fechados, acredita , entras logo assim que eles se abrem ao despontar de mais um amanhecer.
Sim , porque no coração estás todos os dias, desde aquela noite, em que os nossos olhos se tocaram e fecharam pela primeira vez.
Acredito que as melhores coisas da vida se sentem e fazem todo o sentido se forem realizadas com olhos fechados.
O adormecer  , o chorar , o beijar , o abraçar, o tocar com carinho , o fazer amor, o recordar...o sentir.
Lembro-me perfeitamente , milimétricamente cada detalhe , cada pormenor , cada silencio , cada palavra, cada encontro de olhares....cada pedacinho de sangue que fazia  dilatar as veias e correr mais forte á medida que os segundos passavam sem darmos por isso.
- Contigo o tempo passa a fugir. Dizes com razão.
É impressionante este acontecimento, mas acredito que aconteça com todos aqueles que amam.
Porque raio o tempo nos passa pelos dedos quando amamos?
Porquê a pressa dos  ponteiros do relógio, quando eles não têm o direito de ser mais rápidos  do que o batimento cardíaco. 
Era noite de lua cheia , atrai-me sempre a lua cheia...é como eu .
Á dias que acumulam luas cheias no interior do meu corpo,e necessito desta explosão de palavras para não sufocar por dentro, sem que as nuvens me venham cobrir o céu da memória.
Que palavras encontrar para melhor descrever o que invade neste momento o coração?
As palavras , essas eternas meninas que são deitadas a perder quando são demais e ferem...quando são brutalmente pronunciadas, quando somos, como que picados por uma seringa ou picados por uma abelha.
Disparamos palavrões e fazemos um espalhafato medonho, que nem ouvimos a voz do coração.
Se existem cerca de 600 mil palavras num dicionário( corrijam-me se estou errada) , porque raio nos momentos menos bons só conseguimos ver uma á frente. MAGOAR.
As palavras foram inventadas para amar, foram criadas com o intuito de unir, amenizarem a dor , criarem laços fortes ....e muitas vezes são utilizadas para provocar apertos cardíacos , formamdo um bolo enorme na garganta, como se de uma papa cerelac espessa se tratasse e dificilmente se conseguisse engolir.
Causam mau estar e são projetadas de uma maneira tão violenta, que a cabeça devia ser logo decapitada,e a língua se despegasse do paladar .Tantas vezes saem da boca para fora sem ordem do vizinho, que bate do lado esquerdo desorientado a tentar dizer, estás a fazer merda rapariga.
Porque raio serve um coração a bater se não tem poder de calar o cérebro e gritar mais alto.
Sou apologista que deveriamos assinar um decreto de lei considerando o coração como o  rei supremo do corpo humano, assim como o leão é o rei da selva.
Ao menor rugido os outros animais acalmam , ao menor batimento cardíaco acelerado, o cérebro bloqueava e ficava como que com amnésia temporária até passar a tempestade...
Cativaste-me e Apaixonei-me em tudo de ti, menos pelo benfica....esse fica para outro dia.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Assinado : DEUS

Negligencia medica - Vergonha de país

Ás vezes não me reconheço