Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2010

Gritos de ajuda :760 206 206

Imagem
O pânico enche as ruas do Haiti.


O desespero é visível na cara das pessoas, não só perderam as suas casas como familiares. Passam as noites a entoar cânticos a pedir ajuda divina ou pelo menos por algum sinal de esperança.
A população não tem notícias, não há luz nem telefone, vivem assustados com o que vai acontecer.
Toda a ajuda é pouca para quem vive em pânico no meio do nada , no meio do sobressalto , no meio dos gritos de auxilio que se pedem contiuamente.

Pessoas sem água potável , sem comida , sem a sua casa ,sem a sua familia e amigos, feridas, e muitas a precisar de cirurgias que deviam ter sido já efectuadas em menos de 48 horas.

Tenho o coração partido por pensar que hoje podia ter acontecido na minha aldeia, na minha casa , na minha familia e todo o auxilio era pouco e não íria remediar as feridas e as perdas interiores mas com a ajuda de todos certamente irá sarar as feridas exteriores.

Que Deus ajude os que ficaram e que tentam reconstruir novamente a sua vida e não os aband…

Antes da Escuridão

Talvez se o mundo fosse mais humano acredito que muitas das catástrofes que acontecem acabariam.
Porque antes da escuridão estava a luz......
E de repente o nosso mundo acaba , e que fica ....
Os nossos planos para amanhã onde ficam....
Antes da escuridão os olhos estavam abertos...
Quem é que abraçou antes da escuridão...
Que se fez de bem antes que o sol se fosse....
A escuridão em que se vive é tão grande que....nada faço para a mudar
A nossa vida torna-se num caminho sem retorno por nossa culpa...
Faça-se luz nos corações e nos olhos tapados pela vida....

Confiar

Imagem
“…Numa noite escura, um homem andava no meio de uma floresta. De repente este homem caiu.
A única coisa que conseguiu fazer foi segurar-se a um galho. Quando olhou para baixo, só viu escuridão.
Começaram então os pensamentos catastróficos:
“Eu vou cair neste abismo e vou morrer… Este galho não vai aguentar muito mais tempo.
À medida que o tempo passava, o galho ia-se desprendendo, e cada vez mais o homem se desesperava, com medo de cair e morrer.
A claridade foi chegando com a manhã, e então ele percebeu que estava com os pés a apenas quarenta centímetros do chão e que todo o seu medo e sofrimento tinham-se tornado inuteis.....''




As inseguranças da vida tambem me fazem pensar como este homem , que no meio da aflição e do medo vacilou e não acreditou que afinal havia salvação para ele .
No meio do escuro tambem os meus oolhos se tornam cegos , mas com a diferença que para além da minha vida estar a cair no maior abismo e sentir-me tão desesperada , ter a capacidade e a fé necessária p…